ruído branco, silêncio preto

série de 8 cartazes em formato variável para serem afixados em ambientes urbanos

Nos próximos meses, vamos publicar no arquivo, documentação do processo de criação da intervenção gráfica “ruído branco, silêncio preto” desenvolvida pelo compositor Rodolfo Valente.  Nas palavras deste, o trabalho em questão é pensado como:

´…uma peça octofônica, composta por oito cartazes de cores distintas, a serem afixados em ambiente urbano (preferencialmente em postes de iluminação adjacentes entre si ou posicionados em lados opostos da mesma via, de maneira a proporcionar o percurso entre eles). Sete destes cartazes têm a palavra “ruído” grafada em cor branca e caixa baixa, sendo que o oitavo traz a palavra “silêncio” escrita em maiúsculas, na cor preta. Tal desvio busca evitar o silenciamento do ruído de duas maneiras: 1) a palavra branca que desapareceria sobre fundo branco; 2) sendo este cartaz o único que contém um texto diferente e em cor distinta dos demais, reintroduz o “ruído” na série (desta vez um “ruído comunicacional”, que aqui emerge como informação nova). Os nomes das cores apresentadas pelos cartazes são utilizadas para a descrição de ruídos na área de áudio, em analogia ao espectro de cores visíveis…´

Fig.1 – Modelo dos oito cartazes que compõe ruído branco, silêncio preto

No dia 27 de Março, o Rodolfo realizou uma intervenção inicial numa parte da Rua da Consolação (São Paulo).

Fig.2 — Fotografia de Rui Chaves