Henrique Souza Lima

(Ipatinga 1987)

Doutor em música (processos de criação musical / sonologia) pela USP. Pesquisador e artista transdisciplinar. Empirista do áudio. Pratica e desenvolve a ideia de desenho de escuta mediante aproximações entre arte sonora, som no campo expandido e espaço público.

//

Interessa-me a escuta como artifício.  A escuta como acontecimento, como performance. Estar em escuta. Fazer e ser feito de escuta. O “eu” que escuta e a escuta fora do eu. Os regimes de escuta. A plasticidade, a transmissibilidade, o contágio, a proliferação. A escuta que vigia, a escuta vigiada. Os rastros da escuta (em verbo, em pedra, em texto, em fala). Escutas que herdei e que transmito, escutas que produzo e reproduzo. Diversamente maquinada, aparelhada, mediada, expandida, transduzida, impensada.  Escuta como objeto da arte. Escuta inaudita. Escuta por vir.  Devires nômades, indígenas, não-humanos da escuta. Em satélites, caixas-pretas, bancos de dados, algoritmos: escuta pra dar e vender. Escuta a passar da conta. Escutas em transe. Ultra-escuta. Desenho de Escuta.

//

http://henriqueinfo.tumblr.com/home
http://www.escutaipatinga.eco.br/