Vivian Caccuri

(São Paulo 1986)

Vivian mora e trabalha no Rio de Janeiro. Seu trabalho cria relações entre fenômenos sonoros, o espaço público, arquitetura, a voz e a imaginação por meio de performances, objetos e instalações. Na Universidade de Princeton escreveu o livro “O que Faço é Música” (2012), publicado pela editora 7Letras e premiado Prêmio Funarte de Produção Crítica em Música em 2013. Há dois anos organiza a performance mensal “caminhada silenciosa” que reúne 20 pessoas por oito horas ininterruptas de voto de silêncio. O grupo visita locais com atividades sonoras, problemas acústicos e de raro acesso. Com seu projeto “caminhada silenciosa” foi residente em 2012 no CAPACETE e em 2014 no Pivô Pesquisa e na expedição Sound Development City nas capitais da Letônia e Finlândia. O projeto já foi realizado no Rio de Janeiro, São Paulo, Niterói, Valparaíso no Chile, Riga na Letônia e Helsinki na Finlândia.

Vivian começou a revitalização da Bhering, antiga fábrica de chocolates da área portuária do Rio de Janeiro em 2009, agora ocupada com ateliês e estúdios de fotografia e design. Ali mantém seu espaço de trabalho e colabora com artistas e profissionais do edifício. Em seu estúdio, a artista trabalhou recentemente com artistas como Arto Lindsay, Barrão e Gilberto Gil, com quem desenvolveu instalações e performances sonoras.

http://viviancaccuri.net/